DUELO DE GERAÇÕES MARCA O DIA FINAL DO ITACOATIARA PRO NESSA TERÇA

Embate entre nova geração, liderados por Tristan Roberts (foto) e atletas mais experientes do Tour marca o dia final do Itacoatiara Pro. E...

Embate entre nova geração, liderados por Tristan Roberts (foto) e atletas mais experientes do Tour marca o dia final do Itacoatiara Pro. Eder Luciano é a esperança brasileira de título. - Foto: Tony D´Andrea/Itacoatiara Pro

  
Itacoatiara, Niterói (RJ) – 25 de junho de 2018 – Um duelo de gerações será a grande atração do dia decisivo do Itacoatiara Pro 2018, etapa brasileira do Circuito Mundial de Bodyboarding, marcado para essa terça-feira (26). Liderados pelos talentosos Tanner McDaniel (HAV) e Tristan Roberts (AFS) os atletas da nova geração chegam com força, mas precisam passar por figuras conhecidas do tour, como os campeões mundiais Jared Houston (AFS), Pierre Louis Costes (FRA) e Iain Campbell (AFS). Além disso, os holofotes do último dia estarão também voltados para Eder Luciano (BRA – SC), único atleta do Brasil remanescente na competição.

Mais um dia de mar clássico em Itacoatiara - Foto: Tony D´Andrea/Itacoatiara Pro
Em um dia de repleto de emoções a segunda-feira começou com as baterias derradeiras do Round 3, que definiram os dezesseis classificados para a quarta fase. Enquanto as disputas se desenrolavam os sentimentos eram diferentes, com atletas precisando de ondas decisivas para avançar para as oitavas de final, enquanto alguns faziam contas para garantir a classificação mesmo fora d´água.

Após a definição dos dezesseis melhores a organização aproveitou as boas condições do mar e deu sequencia na competição promovendo as oito baterias que definiram as quartas de final. Com a melhor performance das oitavas de final, Maxime Castillo foi o primeiro a garantir presença no dia decisivo eliminando o ídolo local Dudu Pedra, ao somar 16,25 pontos.

“É sempre difícil encarar um atleta local, ainda mais quando é o Dudu Pedra. Eu sabia que seria difícil, mas sabe quando você está em um dia bom e as coisas acontecem para você? Então, hoje eu senti que era meu dia. Depois de garantir vaga para as oitavas eu sabia que no formato homem a homem eu poderia me sair muito bem e foi o que aconteceu. Estou feliz por ter passado para o dia final”, disse Maxime Castillo, que nas quartas de final enfrenta Jared Houston, único campeão do Itacoatiara Pro remanescente no evento.

Dono da melhor performance da fase de classificação, o bicampeão mundial Amaury Lavernhe cruzou logo de cara com o sul-africano Tristan Roberts. Campeão das etapas de Port Alfred (África do Sul) e Antofagasta (Chile) do circuito mundial em 2018, Tristan mostrou que está entre os favoritos avançando em uma das baterias mais apertadas do dia.

“Quando eu vi que meu encaixe de bateria contra o Amaury eu sabia que não seria fácil. Com certeza ele é um dos melhores caras do tour. Fico feliz em poder passar e nesse tipo de competição toda bateria é uma final, não dá para escolher adversário. Eu estou aqui para ganhar, acho que esse é o objetivo de qualquer atleta, e fico feliz em ver que nós da nova geração estamos puxando o nível”, afirmou Tristan Roberts, que fará pela frente um duelo com Tanner McDaniel, atual líder do ranking mundial e campeão do Arica Pro.


Tanner McDaniel - Foto: Tony D´Andrea/Itacoatiara Pro
Em uma das melhores baterias do dia, o bicampeão mundial Pierre Louis Costes (FRA) achou duas boas ondas para eliminar o australiano Lachlam Cremsie. Com a vitória garantida o francês terá pela frente o chileno Alan Munoz, responsável pela eliminação do brasileiro Uri Valadão, da Bahia.

Pierre Louis Costes - Foto: Tony D´Andrea/Itacoatiara Pro
A última bateria das quartas de final será formada pelo atual campeão mundial, Iain Campbell (AFS) e o catarinense Eder Luciano. Para chegar até as quartas, Iain precisou passar pelo também brasileiro Sócrates Santana. Após uma bateria extremamente apertada, Iain falou sobre a vitória. “Eu tenho um respeito enorme pelo Sócrates e por tudo que ele faz. É um atleta muito talentoso e eu vejo um futuro enorme para ele”.


Iain Campbell - Foto: Tony D´Andrea/Itacoatiara Pro
Atual campeão do tour, Iain vem de uma sequencia incrível de resultados. Nos últimos dez eventos que disputou, o sul-africano subiu ao pódio em oito deles. “Quanto a me manter consistente em todos os eventos posso dizer que é resultado de muito trabalho. Eu gosto de dizer que sigo o mantra do Dave Hubbard, que diz competir toda bateria como se fosse a última. Eu adoro vir para o Brasil e competir aqui, fico feliz por ter passado mais uma vez para o dia final”, afirma Iain Campbell.

Eder Luciano é a esperança de acabar com a escrita brasileira em Itacoatiara:
Foi somente na última bateira das quartas que o Brasil viu um atleta local garantir vaga no dia decisivo. Após a eliminação dos nove demais representantes do país na disputa, coube a Eder Luciano manter viva a esperança de um brasileiro vencer o Itacoatiara Pro pela primeira vez. E o feito pode vir justamente em um dia especial para o catarinense, afinal nessa terça é seu aniversário.


Eder Luciano - Foto: Tony D´Andrea/Itacoatiara Pro
“Essa é a terceira vez que chego ao dia decisivo do Itacoatiara Pro na data do meu aniversário e dessa vez quero muito ganhar. Vou pegar a energia de todos os brasileiros que querem ver um atleta daqui ser campeão. Estou bem treinado, focado, com as pranchas boas e bem fisicamente, então agora é ir pra cima com todas as forças”, avalia Eder.

A última chamada do Itacoatiara Pro acontece nessa terça-feira (26), às 7h.
 
Quartas – 1º avança para as semifinais/ 2º eliminado = 5º lugar no campeonato, 5.000 pontos
#1 – Maxime Castillo (FRA) x Jared Houston (AFS)
#2 – Tristan Roberts (AFS) x Tanner McDaniel (HAV)
#3 – Pierre Louis Costes (FRA) x Alan Munoz (CHI)
#4 – Iain Campbell (AFS) x Eder Luciano (BRA)
 
Round 4 – 1º avança para as quartas/ 2º eliminado = 9º lugar no campeonato, 4.000 pontos
#1 – Dudu Pedra (BRA) 9,75 x 16,25 Maxime Castillo (FRA)
#2 – Jared Houston (AFS) 12,25 x 11,25 Brahim Iddouch (MAR)
#3 – Amaury Lavernhe (I REU) 13,50 x 14,75 Tristan Roberts (AFS)
#4 – Tanner McDaniel (HAV) 10,75 x 8,25 George Humphries (AUS)
#5 – Pierre Louis Costes (FRA) 15,00 x 13,50 Lachlam Cremsie (AUS)
#6 – Alan Munoz (CHI) 11,65 x 11,60 Uri Valadão (BRA)
#7 – Iain Campbell (AFS) 13,00 x 11,40 Sócrates Santana (BRA)
#8 – Eder Luciano (BRA) 12,00 x 8,00 Dino Carmo (POR)
 
Leaderboard depois do Round 3:
1º Amaury Lavernhe (Ilhas Reunião) – 8,75 + 8,50 + 7,75 – 25,00
2º Tristan Roberts (África do Sul) – 8,50 + 7,25 + 7,25 – 23,00 
3º Sócrates Santana (Brasil) – 8,50 + 7,75 + 6,00 – 22,25
4º Maxime Castillo (França) – 8,50 + 6,75 + 6,50 – 21,75
5º Iain Campbell (África do Sul) – 7,75 + 7,50 + 6,50 – 21,75
6º Pierre Louis Costes (França) – 8,75 + 7,25 + 5,40 – 21,40
7º Eder Luciano (Brasil) – 7,50 + 6,75 + 6,75– 21,00
8º Tanner McDaniel (Havaí) – 7,25 + 6,85 + 6,75 – 20,85
9º George Humphries (Austrália) – 8,00 + 7,00 + 5,75 – 20,75
10º Dino Carmo (Portugal) – 7,50 + 7,00 + 6,25 – 20,75
11º Dudu Pedra (Brasil) – 8,00 + 6,25 + 6,00 – 20,25
12º Uri Valadão (Brasil) – 7,00 + 6,60 + 6,50 – 20,10
13º Jared Houston (África do Sul) – 7,00 + 6,50 + 6,35 – 19,85
14º Alan Munoz (Chile) – 7,00 + 6,75 + 6,00 – 19,75
15º Lachlam Cremsie (Austrália) – 6,65 + 6,25 + 6,25 – 19,15
16º Brahim Iddouch (Marrocos) – 7,75 + 6,50 + 4,65 – 18,90
----------------------------------------------------------------------------
17º Jacob Romero (Havaí) – 7,25 + 6,00 + 5,50 – 18,75
18º Nicolas Chiara (Argentina) – 6,75 + 6,75 + 4,75 – 18,25
19º Mack Crilley (Havaí) – 6,40 + 6,00 + 5,80 – 18,20
20º Antonio Cardoso (Portugal) – 6,60 + 6,00 + 5,50 – 18,10
21º Patrick Orr (Havaí) – 6,50 + 5,75 + 5,65 – 17,90
22º Miguel Rodriguez (Peru) – 6,15 + 5,75 + 5,50 – 17,40
23º Isaias Ravyc (Brasil) – 6,00 + 5,90 + 5,50– 17,40
24º Sammy Morrentino (Havaí) – 5,75 + 5,60 + 5,50 – 16,85
25º Lewy Finnegan (Austrália) – 6,40 + 5,00 + 5,00 – 16,40
26º Roberto Bruno (Brasil) – 6,00 + 5,40 + 5,00 – 16,40
27º João Zik (Brasil) – 6,15 + 5,50 + 4,50 – 16,15
28º Sacha Damjanic (Chile) – 5,60 + 5,25 + 5,00 – 15,85
29º Kevin Torres (Chile) 5,75 + 5,75 + 3,75 – 15,25
30º David Barbosa (Brasil) – 5,40 + 4,80 + 4,75 – 14,95
31º Adejaldo Silva (Brasil) – 5,85 + 4,25 + 4,00 – 14,10
32º Hugo Medeiros (Brasil) – 4,00 + 3,75 + 3,25 – 11,00

Itacoatiara Pro – Galeria de campeões
2012 – Dave Winchester (Austrália)
2013 – Amaury Lavernhe (Ilhas Reunião)
2014 – Jared Houston (África do Sul)
2015 – Amaury Lavernhe (Ilhas Reunião)
2016 – Alex Uranga (País Basco)
2017 - Diego Cabrera (Ilhas Canárias)
 
O Itacoatiara Pro é um oferecimento da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer e da Neltur. O evento conta com o patrocínio da SGA Toyota e co-patrocínio da NET, Kpaloa e CNH – Centro Hospitalar de Niterói. A etapa válida como evento Grand Slam do APW World Tour tem o Canal Off e Rico Surf como media Partners e  apoio do Restaurante Saboreando,  4 cantos turismo, Cerveja Sol, Puro Suco, Waysuplementos, Ofurô Brasil, Acorp eventos, Palm Club, Ecoponte e Lanchonete Céu e Mar. Os colaboradores são a Casa do Costão, Pousada Praia de Itacoatiara, Pousada Itacoatiara INN, Pampo Clube, Joama Construtora, Pousada Dunas de Itaipú, Academia Aquafish, FisiosportCenter, Pousada Pedras Brancas, Hostel Terraço Elefante e Oceanica Rent a Car. O evento é licenciado pelo INEA e pela RESEX.
 
Informações para imprensa
Danilo Caboclo – danilo@gruposix.com.br – 48 9.9177-8099
Marina Sartori – marina@gruposix.com.br – 48 9.9135-9402



Related

Rio de Janeiro 6439946759906776984

Postar um comentário

emo-but-icon

SIGA-NOS

+ VISTA

INSTAGRAM


WORLD-TOUR


PRA VOCÊ

Olá comunidade do bodyboarding, estamos de cara nova, curta nosso site e acompanhem todas as noticias do esporte!

item