Dudu Pedra: Dos palanques para as ondas

Um dos bodyboarders mais respeitados do país, Dudu Pedra está de passagem marcada para o Grand Slam do México, em Puerto Escondido. Conhe...


Um dos bodyboarders mais respeitados do país, Dudu Pedra está de passagem marcada para o Grand Slam do México, em Puerto Escondido.

Conhecido com um dos mais exímios big riders do Brasil e respeitado por todos os competidores mundo
a fora, o niteroense Dudu Pedra trocará no próximo mês os palanques pelas perfeitas ondas da bancada de Zicatela, no México. Dudu, que é árbitro internacional da IBA World Tour, competirá na etapa do Tour Mundial no mês de agosto.

“Eu amo o México e me identifico muito com essa onda. Levei o pedido até os diretores da IBA. Eles perguntaram aos atletas do board da IBA se havia algum problema eu competir e graças a Deus todos foram a favor. Vou realizar um sonho. Vou entrar nas triagens e meu objetivo é passar o máximo de baterias para surfar essa onda perfeita sem crowd”, comenta Dudu, que ganhou o aval dos competidores do Tour para competir em Zicatela.

Passando por uma mudança significativa, o bodyboard entra em 2011 em uma nova era. O intuito da IBA é colocar os melhores atletas nas ondas mais perfeitas e temidas do planeta e é nessa levada que o atleta e árbitro Dudu Pedra decidiu competir apenas em competições especais durante 2011.

“Estamos nos estruturando e dessa vez com uma base mais sólida. Existem pessoas como o Craig e o Terry (Diretor Técnico e Diretor Geral respectivamente), e o Chico (Head Judge) que não param de trabalhar para esse crescimento. Hoje temos a Red Bul fazendo uma transmissão perfeita dos eventos GSS. O verdadeiro bodyboarding está sendo mostrado para o mundo. Deus está abençoando e capacitando todos nós. As praias estão abarrotadas quando há um evento de bodyboarding e isso é fantástico. Quanto a minha decisão em competir, vai ser somente nessa etapa e a de ondas grandes em Nazaré (que não faz parte do Tour Mundial), onde fui convidado pelos organizadores”, frisa Dudu.

Questionado sobre o fato de se teria alguma vantagem pelo fato de ser árbitro e saber exatamente o que deve ser feito durante as baterias, Dudu foi enfático. “É muito diferente. Para julgar o cara usa a experiência e o feeling para destinguir o campeão de cada bateria. Agora como atleta é diferente. É necessário muito treino, estratégia e condicionamento físico. Não tenho vantagem nenhum, pois todos os atletas do tour são muito experientes e sabem competir muito bem. No entanto, eu estou bem treinado e sei que posso me dar muito bem nessa etapa”, conclui Dudu.

Crédito do vídeo: www.portaldexa.com

Foto: Porta Dexa
1 – Dudu Pedra


Por: Danilo Caboclo.
Postado Por Lailson Andrade

Related

Vídeos 6346100010026596830

Postar um comentário

emo-but-icon

SIGA-NOS

+ VISTA

INSTAGRAM


WORLD-TOUR


PRA VOCÊ

Olá comunidade do bodyboarding, estamos de cara nova, curta nosso site e acompanhem todas as noticias do esporte!

item