Guilherme Tâmega defende o Brasil nas finais em Zicatela

Líder do ranking mundial, Tâmega avança as quartas de final e briga para aumentar vantagem na corrida pelo hepta


Líder do ranking mundial, Tâmega avança as quartas de final e briga para aumentar vantagem na corrida pelo hepta

Após nove dias de janela, apenas oito atletas restaram nas disputas do Mexico Pro 2011 e um deles é o líder do ranking mundial: o brasileiro Guilherme Tâmega. Único representante do Brasil no último dia de disputas, Tâmega luta agora para aumentar sua vantagem no ranking mundial após a melhor apresentação nessa sexta-feira (12/08), nas oitavas de final.

Com ondas de 6-8 pés (2 a 2,5 metros), o mar amanheceu grande como previsto e os atletas precisaram encaras ondas pesadas e tubulares. Acostumado a grandes disputas, Guilherme entrou focado e somou 14,90 pontos diante do australiano Joe Clarke.

“Esse resultado é muito importante. Antes da minha bateria eu vi que o mar estava fechando bastante e eu precisei ficar atento para onde era o melhor pico. Consegui achar ondas boas e agora é seguir adiante. Agradeço a Deus por esse e a minha família e amigos”, disse Guilherme, que pode disparar na liderança do ranking mundial caso vença no México.

Na próxima bateria, Guilherme terá pela frente o australiano Ryan Hardy na disputa por uma vaga nas semis. Ryan eliminou o capixaba Magno Oliveira, melhor atleta nas primeiras fases, em uma bateria com poucas ondas. Magno foi um dos grandes destaques de todo o evento e sai de Zicatela com um bom nono lugar, o que ainda lhe deixa bem posicionado no ranking mundial para brigar pelo título.

Finalizando a participação dos brasileiros nessa sexta-feira, o baiano Uri Valadão encarou uma bateria complicada contra o também australiano Mitch Rawlins. Em uma bateria com ondas pesadas, Uri mostrou atitude para encarar o australiano e atacou com força as paredes mexicanas. No entanto, ao final da bateria uma última onda não apareceu para o baiano que perdeu o duelo por apenas 1,4 pontos: 10,85 x 9,45.

Confira os resultados dessa sexta-feira:
H25: Ryan Hardy (AUS) 10,25 x 7,55 Magno Oliveira (BRA)
H26: Guilherme Tãmega (BRA) 14,90 x 11,25 Joe Clarke (AUS)
H27: Mitch Rawlins (AUS) 10,85 x 9,45 Uri Valadão (BRA)
H28: Ben Player (AUS) 14,60 x 13,05 Thomas Rigby (AUS)
H29: Pierre Louis Costes (FRA) 14,25 x 11,35 Dave Wincheser (AUS)
H30: Jared Houston (AFS) 14,90 x 12,65 Amaury Laverhne (REU)
H31: Dave Hubbard (HAV) 12,10 x 11,80 Jake Stone (AUS)
H32: Jeff Hubbard (HAV) 13,75 x 13,30 Michael Novy (AUS)

Confira as baterias das quartas de final:
H33: Ryan Hardy (AUS) x Guilherme Tâmega (BRA)
H34: Mitch Rawlins (AUS) x Ben Player (AUS)
H35: Pierre Louis Costes (FRA) x Jared Houston (AFS)
H36: Dave Hubbard (HAV) x Jeff Hubbard (HAV)

A última chamada do Mexico Pro 2011 acontece neste sábado (13/08), as 09h30min (horário de Brasília)

O evento tem transmissão ao vivo através do site:
www.ibaworldtour.com/live

Por: Danilo Caboclo – Assessoria de Imprensa IBA South America –danilo@gruposix.com.br–             (11) 7667-9636       ou            (48) 9935-2019    

Foto: IBA/Collins
1 – Guilherme Tâmega defende a liderança do Circuito Mundial

Related

Magno Oliveira 5521946275176716880

Postar um comentário

emo-but-icon

SIGA-NOS

+ VISTA

INSTAGRAM


WORLD-TOUR


PRA VOCÊ

Olá comunidade do bodyboarding, estamos de cara nova, curta nosso site e acompanhem todas as noticias do esporte!

item