escolha da prancha - acerte no tamanho

O conceito da melhor prancha de bodyboarding mudou-se no decorrer dos anos.  Hoje não basta que ela seja a melhor em termos de matér...



O conceito da melhor prancha de bodyboarding mudou-se no decorrer dos anos. 
Hoje não basta que ela seja a melhor em termos de matérias prima e de técnica de fabricação, mas ela tem que ser a melhor prancha para as suas características. 

Em relação ao tamanho) e as suas necessidades (em relação à configuração de materiais.
Com estes dois conceitos bem definidos, começa-se a procura pela prancha ideal.

Tamanho:
O tamanho não segue uma regra fixa, por isso muitos ensinamentos da cultura popular podem ser utilizados em conjunto.

A medida do umbigo é uma forma de saber se a prancha está proporcional a sua altura, mas lembre-se que o umbigo não tem a mesma medida para todas as pessoas. Por isso, esta medida pode ser apenas uma das referências na escolha do tamanho correto.


 Com os pés descalços e uma postura reta, coloque a prancha a sua frente. A altura da prancha deve ser próxima à localização do seu umbigo como nesta foto com Eder Luciano. Olhando-se à frente de um espelho, também é possível visualizar se a prancha está proporcional para você.

Outra forma de visualizar se prancha também está proporcional a sua estatura é segurá-la em baixo do braço. Sua mão deve envolver a prancha de modo que você consiga segurá-la de uma forma confortável. A prancha não pode parecer nem muito estreita, nem muito larga a ponto de você não conseguir segurá-la neste sentido lateral.


O tamanho da prancha de bodyboard também deve ser proporcional ao tamanho da onda. Para ter melhor desempenho em ondas grandes, opte por tamanhos ligeiramente menores do que àqueles que você usa normalmente.

 E para obter melhor desempenho em ondas pequenas, opte por uma prancha maior, mais larga e com mais espessura. Estas características lhe oferecem mais flutuação e por isso melhor desempenho em condições fracas de ondas.

Para iniciantes, o que se sugere é que a primeira prancha deve ser proporcional a estatura e com características mais abrangentes para qualquer tipo de onda. Posteriormente, faz-se necessário que cada atleta componha seu quiver de pranchas com mais variedades de shapes, tamanhos e configurações de materiais para obter o melhor desempenho para cada condição específica de ondas.

Fonte: bodyboardBrasil.

Related

eder luciano 5134413858237193089

Postar um comentário

emo-but-icon

SIGA-NOS

+ VISTA

INSTAGRAM


WORLD-TOUR


PRA VOCÊ

Olá comunidade do bodyboarding, estamos de cara nova, curta nosso site e acompanhem todas as noticias do esporte!

item